Carro roubado: Guia completo do que fazer nessa situação - Único Dono
Documentação Geral Veículos

Teve o carro roubado? Guia completo de como proceder nessa situação

É triste admitir, porém, devido à grande taxa de criminalidade no Brasil, ter o carro roubado ou furtado não é um caso tão raro quanto gostaríamos. Se você está passando por essa situação pela primeira vez, provavelmente vai ficar um pouco perdido em relação aos procedimentos que deve seguir após o acontecimento.

Preparamos um guia completo com o passo-a-passo que o dono do carro deve seguir para reduzir ao máximo os danos dessa situação.

1º passo – Registrar a ocorrência

Para aumentar as chances de recuperação do veículo e, até mesmo, comprovar o roubo ou furto na hora de acionar a seguradora, deve-se, antes de qualquer coisa, realizar um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima ou através do site da Polícia Civil (recurso disponível em alguns estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará).

Esse processo deve ser realizado com o máximo possível de dados e detalhes, como: placa, cor e modelo do veículo; horário estimado do roubo ou furto; identificação de testemunhas (caso haja); possíveis diferenciadores na identificação do carro (adesivos, marcas de batidas anteriores e etc, caso haja); descrição de todos os objetos levados junto ao carro; entre outros detalhes que a vítima achar pertinentes.

carro roubado

2º passo – Acionar a seguradora ou corretor de seguros

Logo após registrar o Boletim de Ocorrência, a seguradora – ou corretor de seguros – deverá ser acionado para que iniciem a busca pelo veículo.

Caso o carro não seja localizado, o proprietário terá que dar início ao processo de indenização, para os qual é necessário o envio da documentação do automóvel e do motorista (CNH), documentação do seguro e cópia do B.O. elaborado anteriormente.

ATENÇÃO: Se o carro for recuperado antes do pagamento da indenização, dependendo do tipo de seguro, o valor será pautado sobre os eventuais danos causados no automóvel pelos ladrões. Também é importante destacar que a maioria das seguradoras não dão qualquer garantia referente a recuperação ou indenização relacionada aos objetos levados junto ao veículo.

Se o seu automóvel não possui seguro, as chances de recuperação são mais baixas – dependerão exclusivamente da polícia militar – e não há possibilidade do recebimento de indenização. Por isso, aconselha-se que que sempre seja realizado um seguro, pelo menos parcial (algumas seguradoras disponibilizam serviço de proteção apenas para casos de roubo ou furto a preços mais acessíveis), do carro assim que o mesmo for adquirido.

3º passo – Entrar em contato com o Detran ou Sefaz

Poucas pessoas sabem, porém, em alguns Estados brasileiros, a legislação garante que o motorista que teve seu carro roubado pode, entrando em contato com o Departamento de Trânsito ou Secretaria da Fazenda (varia de Estado para Estado), pedir a restituição ou abatimento do valor do IPVA do veículo. São esses:

Sergipe, Bahia, Alagoas, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Amazonas, Rondônia, Roraima, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná (sendo esse último apenas através de entrada com um processo junto à SEFAZ).

A forma de restituição, data de pagamento e valor do “benefício” varia de região para região e, muitas vezes, pode ser um pouco lento. Por essa razão indicamos que, para maiores detalhes, o proprietário entre em contato com os órgãos competentes de cada Estado.

Dica adicional

Há um site para consultas e cadastros de veículos e itens roubados que abrange todo o território nacional e pode ser útil para quem quiser uma “ajuda extra” para localizar seu veículo. No RoubadosBR, o motorista cadastra o carro e, caso algum outro usuário o encontre, recebe uma mensagem comunicando onde o automóvel foi visto pela última vez.

Mas é importante destacar que, por medida de segurança, se receber esse tipo de informação, entre em contato com a Polícia Civil o mais rápido possível e nunca vá, sob hipótese alguma, ao local mencionado antes de estar acompanhado por policiais.

Se interessou por saber mais sobre o assunto e o universo automotivo de uma forma geral? Aqui no Blog Único Dono temos muito mais conteúdo para você! Conheça os outros posts, comente e tire suas dúvidas.