fbpx
Manutenção de Carros

Custo Manutenção de veículos

Custo Manutenção de veículos

A manutenção de um carro envolve uma série de ações, que vão desde a troca de óleo e filtros até a substituição de peças que estão desgastadas, para que o desempenho do automóvel seja melhorado.

Todo motorista já sabe da importância de realizar os reparos que o seu veículo demanda, independentemente do modelo. 

Mesmo que os tipos de carros de um fabricante variem, as manutenções essenciais são basicamente as mesmas. 

Custo de manutenção de veículos

Essas informações são passadas ao condutor, tanto no momento de cursar a parte teórica para a obtenção da sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), quanto ao fazer o cfc reciclagem.

Afinal, é obrigação do motorista manter o seu carro em boas condições para circulação, garantindo não apenas a sua segurança, mas também a dos passageiros, pedestres e a dos condutores de outros veículos durante um percurso. 

Mas a manutenção não está ligada apenas à questão da segurança. Outras importantes funções dela são, justamente, não deixar que o carro desvalorize e que a presença de um pequeno defeito possa se transformar em um grande prejuízo. 

Para saber o momento ideal de realizar algum reparo no seu veículo, é indicado que o condutor esteja atento às informações que constam no manual do proprietário. 

Mas também é possível perceber alguns sinais ao utilizar o carro. 

Quer saber um pouco mais sobre a importância da manutenção, sobre os períodos indicados para troca de peças e a média de valores de investimento em cada um desses reparos? Então siga na leitura deste artigo.

Por que fazer a manutenção do veículo em dia é importante?

Fazer a manutenção do veículo é uma medida necessária por vários motivos, seja para tirar barulho de carros, ou para trocar uma peça que está impedindo o automóvel de ser conduzido. 

Mas há ainda outras razões importantes para isso. Entre elas, uma das principais diz respeito à valorização do automóvel. 

Carros com as revisões em dia funcionam melhor e diminuem a probabilidade de desgaste precoce dos diferentes sistemas de um automóvel. 

Um exemplo disso é o sistema de suspensão. Composto por várias partes, tais como o coxim, batente, pivô, junta homocinética e amortecedor de carro, é indispensável que não se deixe para depois a troca dos componentes dessa área.

Custo de manutenção de veículos

Isso porque, ao passar por cima de um buraco no seu trajeto, é possível que esse descuido danifique o sistema, correndo o risco de trazer prejuízos para a estrutura do automóvel.

Mas é importante lembrar que a manutenção não é uma necessidade apenas de carros, devendo ser feita também em motos, caminhões e ônibus, por exemplo, no período indicado. 

O que deve ser verificado em um veículo? 

É possível dividir um veículo em áreas como:

  • Carroceria;
  • Motor;
  • Transmissão;
  • Sistema elétrico;
  • Sistema de direção;
  • Sistema de suspensão;
  • Sistema de freios.

Todos esses elementos compõem o funcionamento de um automóvel. Para verificar as condições deles, é preciso submeter o veículo a vistorias veiculares periódicas, que averiguam as condições das peças e garantem a potência do carro. 

Quais são os profissionais especializados para esses trabalhos?

Os profissionais especializados em fazer reparos em um veículo podem ser escolhidos de acordo com a necessidade que o automóvel apresenta. 

Para manutenções no sistema elétrico, é essencial buscar por um auto elétrico, que trabalha especificamente com componentes desse gênero. 

Já os reparos na carroceria, devem ser feitos por um funileiro. A depender do tamanho e da profundidade da manutenção, pode-se levar o veículo a uma oficina martelinho de ouro, que faz os ajustes necessários na lataria sem precisar de uma pintura posterior.

Para outros sistemas, e para os reparos mais comuns em um automóvel, é indispensável levar o seu veículo em uma oficina mecânica de confiança. 

Custo de manutenção de veículos

Isso porque os ajustes necessários podem ser de alto custo, além de que a experiência que o profissional possui pode ser fundamental para um correto diagnóstico do seu veículo. 

Sendo assim, recorra aos serviços do seu mecânico automotivo para fazer os reparos necessários. 

Tipos de veículos e as suas manutenções

Um automóvel pode ser enquadrado em diferentes categorias, de acordo com as suas características e tamanhos. Sendo assim, existem modelos esportivos, sedan, hatch, caminhonetes, etc.

1 – Modelo esportivo

Para modelos esportivos, que possuem maior potência de funcionamento e são conhecidos por alcançar uma alta velocidade em menor tempo, é importante ficar atento a alguns elementos centrais.

É indispensável realizar o alinhamento e balanceamento das rodas, além de escolher os pneus apropriados para esse modelo específico. Também é importante reforçar as vistorias na suspensão. 

2 – Modelos hatch e sedan

As manutenções gerais, que vão desde a Troca de Óleo e Filtros até a substituição das pastilhas de freio, são importantes para todos os modelos. 

Em termos de classificação, a diferença entre o hatch e o sedan se dá no comprimento do carro. 

O modelo hatch é tecnicamente dividido em duas partes, sendo elas: cofre do motor e cabine de passageiros acoplada ao porta-malas. Costumam ser avaliados como veículos econômicos, porém o seu espaço é menor.

Já o sedan, por ser de maior proporção, possui o porta-malas separado da cabine do passageiro. Sendo assim, a sua estrutura é maior e deve receber mais cuidados. 

O comprimento do sedan também influencia no seus gastos, principalmente porque são automóveis mais pesados. 

Nesses casos, é importante estar atendo ao sensor combustível, garantindo o bom funcionamento dele para não sofrer com panes secas. 

3 – Modelo caminhonete

Como as caminhonetes são utilizados em grande parte para o transporte de cargas, a manutenção delas deve ser frequente, sempre levando em conta o desgaste da sua estrutura. 

Por isso, é indispensável revisar o sistema de transmissão (embreagem, caixa de marchas,  homocinéticas, etc.), fazendo a troca de óleo câmbio automático ou manual no período correto, e também a vistoria da suspensão do veículo.

4 – Motos, caminhões e ônibus

As recomendações para a manutenção de motos, caminhões e ônibus seguem basicamente as mesmas dos automóveis. 

É preciso trocar o óleo e os filtros em dia, substituir peças e pneus desgastados, e verificar constantemente a parte elétrica desses tipos de veículos, garantindo o funcionamento dos faróis e lanternas adequadamente. 

Os prazos indicados para a manutenção dos automóveis

É sempre indicado seguir os períodos de revisão de acordo com o manual do proprietário do veículo, mas existe um prazo médio indicado para realizar as manutenções comuns nos diferentes modelos de carros. 

  • Alinhamento de pneus: 10 a 20 mil km;
  • Correia dentada: 60 mil km;
  • Óleo do motor: 5 ou 10 mil km;
  • Filtro de óleo: deve-se trocar este filtro a cada troca de óleo
  • Filtro de ar: Fazer uma análise da situação deste filtro a cada troca de óleo programada
  • Filtro de combustível: 20 mil km;
  • Fluido de freio: a cada 6 meses;
  • Fluido transmissões: 60 a 100 mil km;
  • Velas: entre 15 a 100 mil km.

Esses são apenas alguns dos principais itens que devem ser substituídos, e os prazos podem variar de acordo com o modelo do automóvel, as condições das vias da sua cidade e de quantos quilômetros foram percorridos dentro de um determinado período. 

Os preços para manutenção dos veículos

Os preços para a manutenção de um automóvel possuem uma série de variáveis, que vão desde a peça que precisa ser substituída, até o modelo do carro. 

Além disso, os tipos nacionais e importados também possuem diferença de valores, tanto para a compra de peças quanto para os serviços de troca, pois utilizam ferramentas diferenciadas para isso. 

Também é indispensável considerar a cidade onde essa manutenção será feita, pois o valor da mão de obra e a incidência de impostos podem alterar o valor final desses custos. 

O ano de fabricação e a marca dos acessórios disponíveis no mercado são outras variáveis do preço. 

Custo Manutenção de veículos

Enquanto a troca de óleo e filtros pode variar entre R$ 150 e R$ 400 nos modelos nacionais, a pastilha de freio pode ir desde R$ 60 até R$ 170, e uma correia dentada custar entre R$ 190 e R$ 310, sem a adição dos valores referente ao serviço.

Por isso, é sempre recomendado fazer uma pesquisa em diferentes lojas, encontre as melhores formas de pagamento e solicitar o orçamento com um mecânico de confiança, para ter valores mais assertivos. 

Qual é o gasto médio de um automóvel?

Para manter um automóvel em boas condições, seja ele novo, semi-novo ou usado, é importante separar uma quantia mensal para cobrir os custos de usabilidade do veículo. 

Além das taxas, como IPVA (Imposto sobre a propriedade de veículos automotores), há ainda o licenciamento anual e o seguro obrigatório. 

Caso seja necessário, o proprietário também deve contratar um seguro para o seu carro, protegendo-o contra possíveis roubos, furtos, incêndios ou colisões.

Também se deve lembrar do consumo normal do veículo com o combustível, que pode ter variações de acordo com os preços médios dos postos, assim como o tipo utilizado: gasolina, Custo de manutenção de veículoetanol, diesel ou GNV. 

Outros valores podem incluir a lavagem e a higienização do veículo, para mantê-lo limpo e bem cuidado, valorizando tanto a parte interna quanto a lataria . 

Por isso, o valor médio para manter um automóvel também possui variáveis, que devem ser consideradas ao escolher o modelo de carro mais apropriado, de modo a caber no orçamento mensal do motorista.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Custo de manutenção de veículos

Comentar

Clique aqui para deixar um comentario

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.