fbpx
Geral

Quando Trocar os Pneus do Carro !

Quando Trocar os Pneus do Carro !

Para facilitar a vida do condutor o pneu já vem com um indicador visual de quando o pneu deve ser substituído.

Todo pneu tem um barra de indicador de desgaste (TWI) que são pequenas barras de borracha entre os sulcos do pneu.

Quando a altura da banda de borracha chegar na barra TWI esta na hora de trocar o pneu.

Em algumas situações um lado do pneu pode estar mais próximo de chegar no TWI que em outras partes do pneu.

Se um lado do pneu já tiver passado do indicador mesmo que o outro lado estiver longe de tocar o indicador é recomendado trocar o pneu.

Por isso é importante fazer os rodízio é manter o pneu corretamente calibrado para o pneu ter um desgaste uniforme.

AS PARTES DE UM PNEU E COMO FAZER PARA AUMENTAR A DURABILIDADE

O pneu de um carro é um dos itens mais importantes e que nós devemos estar sempre bem atentos.

Talvez você não saiba ao certo o momento de trocar, fazer um rodízio ou mesmo um balanceamento ou alinhamento.

Mas fique tranquilo! Este artigo irá auxiliá-lo, ao tirar algumas de suas dúvidas sobre os pneus de seu carro e alguns macetes para aumentar a vida útil dos mesmos.

Para começar, você sabia que antes de um pneu ser colocado no mercado, são realizados vários testes a fim de estarem totalmente aptos para atender a um determinado veículo?

No Brasil, o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia) é o responsável por todos os testes dos lotes de pneus que são colocados à venda.

Estes testes seguem padrões internacionais de segurança e eficiência, tudo para garantir que os motoristas possam dirigir sem essa preocupação adicional.

Lembre-se que, ao trocar o pneu de seu carro você até pode mudar o fabricante, mas assegure-se que o pneu comprado de um outro fabricante siga as especificações de segurança.

Muitas pessoas pensam que o momento de os substituir é quando os pneus deixam de apresentar todas as marcas, o que em muitos lugares é chamado de “pneu careca”.

Mas, ao contrário deste senso comum, a hora recomendada para a troca é bem antes disso!

Quando a profundidade dos sulcos atingir 1,6 mm de profundidade é a hora indicada pelos especialistas para a troca segura dos pneus.

Quanto maior desgaste apresentado pelo pneu, maior o risco de perder o controle do carro, principalmente se o asfalto estiver molhado.

O risco no Brasil é ainda maior, considerando as péssimas condições das estradas e rodovias de nosso país, que comprometem ainda mais os pneus de um veículo.

Você sabe quais são as partes que constituem os pneus?

Vamos demonstrar quais são e como funcionam as partes de um pneu:

Sulcos: Servem para drenar a água, reduzir os ruídos e refrigerar o componente. São chamados canais na banda de rodagem.
Laterais: São revestidas de borracha muito resistente e flexível a fim de suportarem os impactos.
Ombros: Situados entre a banda de rodagem e a lateral e funcionam como apoios para os pneus nas curvas e manobras.
Talões: São fios de aço cobertos por cobre e mantêm o pneu preso no aro da roda.
Estanque: É a antiga câmara de ar e é formado por várias camadas de borracha. Protege a carcaça contra a umidade e evita a perda de pressão.
Carcaça: É a parte mais resistente do pneu e é formada por cordões de náilon, poliéster ou aço.
Cintas estabilizadoras: São constituídas por fios de aço e asseguram o contato com o solo e protegem a carcaça contra impactos e perfurações.

Aumentando a Durabilidade dos Pneus

Pressão

Uma questão muito importante se refere à pressão dos pneus. O motorista ou responsável pela manutenção do veículo deve sempre olhar o manual do proprietário, para verificar a calibragem recomendada pelo fabricante.

Se possível, a recomendação técnica padrão é a de calibrar os pneus de seu carro a cada 15 dias e, de preferência, com os pneus frios.

Com a calibragem correta há uma enorme economia de combustível, devido ao aumento da eficiência do veículo.

Algo que muitos se esquecem é a calibragem do pneu de estepe, que deve ser feita a cada 45 dias.

Além disso, o recomendado é calibrar o pneu de estepe com duas libras a mais, para que, em caso de emergência, o pneu esteja pronto para uso e sem risco de estar com baixa pressão.

Rodízio

Para aumentar sua vida útil, é recomendado que se faça um rodízio dos pneus da frente com os de trás a cada 5.000 quilômetros.

Isto é feito para compensar as diferenças dos desgastes existentes entre os pneus, além de ser uma medida adicional de segurança muito recomendada.

Outra recomendação de segurança é manter os pneus mais desgastados na frente, pois, em caso de algum sinistro, a roda dianteira permite tomar medidas emergências de controle do veículo, enquanto as rodas traseiras tornam o motorista totalmente “refém” do automóvel.

Troca de pneus – Quando trocar os pneus do carro ?

Ao trocar os pneus, o ideal é que sejam trocados todos os 4 ao mesmo tempo. Mas se isso não for possível, a preferência é pela troca dos dois traseiros.

Também não se esqueça de fazer o alinhamento e balanceamento das rodas e pneus após a troca. Isso ajuda a preservar os amortecedores, os eixos e os próprios pneus.

Cuidado com a armazenagem

Os pneus devem ser guardados em locais frescos e, se possível, que sejam mantidos cobertos.

Caso fiquem armazenados por mais de 4 semanas, os pneus devem ser colocados na vertical e pelo menos 10 cm acima do chão.

Coisas que você deve evitar :

  • Passar em buracos.
  • Velocidade muito alta, pois isso acarreta o flexionamento da carcaça e o superaquecimento dos pneus.
  • Curvas em alta velocidade.
  • Freadas ou arrancadas sem controle.

Se você conseguir seguir alguns desses passos, aumentará muito a vida útil dos pneus do seu carro.

Simplesmente mudando alguns dos seus hábitos ao dirigir, já poderá perceber uma grande melhora.

Alguns fabricantes afirmam que é possível manter os pneus originais por pelo menos 60.000 quilômetros rodados. Mas, na realidade não é isso que acontece e muitas vezes na metade dessa quilometragem já se faz necessária a troca.

Isso se deve muito às próprias condições de nossas estradas, ruas, etc., e também por conta das maneiras erradas ao dirigir.

Isto tudo poderá proporcionar uma grande economia de combustível e, acima de tudo, a sua segurança e a de sua família estarão asseguradas.

Consulte aqui a Tabela Fipe o valor de seu carro usado Unico Dono !

Comentar

Clique aqui para deixar um comentario

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga-nos no Facebook

Publicidade

Publicidade 2